Campanha eu recolho
Cães que pulam nas visitas
A adestradora da Cão Cidadão, Cássia Santos, dá dicas de como lidar com cães que pulam nas visitas.

Cachorros que pulam nas visitas Cães que pulam nas visitas  A situação é bastante corriqueira, e é um dos motivos mais frequentes de reclamação dos proprietários dos cães em relação a um comportamento indesejado destes: aquele visitante tão esperado chega à casa dos amigos, e é “recepcionado” pelo cachorro da família que, com saltos enormes, pula no indivíduo, todo feliz e radiante!

Acresça a este fato que, se o peludo em questão for grande, o problema pode se tornar bastante constrangedor…

Assim, para evitar este comportamento, seguem algumas dicas que podem auxiliar bastante.

Os cães são animais extremamente sociais e que, ao longo de milhares de anos de convivência, necessitam muito do convívio com os humanos. E pular nas pessoas é uma forma que o cão encontra de interagir e conseguir atenção.

Quando há em casa um lindo filhotinho, as pessoas, em geral, não costumam se incomodar com os pulos. Afinal, quem resiste àquela bolinha de pelos? Muito pelo contrário: acabam encorajando o cãozinho, fazendo muito carinho e pegando-o no colo!

Mas, para evitar situações embaraçosas com visitas no futuro – ou até mesmo perigosas, já que um cão muito grande pode derrubar uma pessoa de composição física mais frágil – o ideal mesmo é que o cão seja treinado desde filhote a não pular nas pessoas.

Para tanto, é importante entender o motivo de tantos pulos. Neste sentido, qual seria a reação mais natural das pessoas nas situações em que o cão pula sobre elas? Colocar as mãos no cão, dizendo: “Ei, pare, não suje minha roupa!”. Mas para o cão, a leitura é outra: ele simplesmente acha que a pessoa está brincando alegremente, já que mantém contato físico, verbal e visual!

O peludo, então, acaba sendo recompensado por aquele comportamento, já que conseguiu exatamente o que queria com os pulos: atenção e contato físico!

E, sob o ponto de vista do cão, tudo funciona exatamente desta forma: comportamentos que geram boas consequências serão repetidos mais e mais vezes!

 Assim, a primeira medida para começar a mostrar ao cão que pular nas pessoas não é um comportamento desejado, consiste em um ato bastante simples: não interagir com o cachorro nesta situação!

E isto significa manter-se parado, cruzar os braços, virar de costas e ignorar totalmente o cão! Caso os pulos se tornem mais e mais insistentes, o ideal é que o “alvo” retire-se do ambiente, só retornando quando o cachorro estiver mais calmo.

 Esta medida acaba frustrando o cão, que não consegue aquilo que mais deseja no momento: atenção e interação com os humanos.

 Além disso, se o cão for treinado para sentar-se sob comando, ficará ainda mais fácil mostrar a ele qual atitude será recompensada. Para tanto, é necessário que a pessoa ignore totalmente sinais de euforia ou pulos, diga o comando “senta” e, só depois que ele estiver calmo e sentado, ofereça uma recompensa (um petisco gostoso) e faça bastante carinho!

 Este será a “prêmio”, e o cachorro logo começará a entender que a interação será bem mais legal quando estiver sentado, e não pulando! Quando isto ficar bem claro, ele passará a se sentar na frente das pessoas com as quais deseja ter contato!

 Por outro lado, muitos gostam de receber um caloroso abraço de um cachorro grande e festeiro.

 Para tanto, mais uma vez, é importante o treino de comandos: pode-se ensinar o cão a pular, batendo no peito e dizendo “upa”, ou “abraço” e somente nestas situações ele saberá que está liberado para um pulo.

 Assim, com base nas dicas acima, seguidas com persistência, paciência e consistência, o cão rapidamente constatará que pular nas visitas não é um comportamento que gerará sucesso na interação com os humanos e, com o tempo, a tendência é que desapareça.

Criada por Alexandre Rossi e há mais de dez anos atuando na área, a Cão Cidadão oferece Adestramento em domicílio, Consultas comportamentais e Cursos. Tudo isso com muito amor, respeito e bom senso. Para saber mais sobre a Cão Cidadão, entre em contato com a Central de Atendimento, pelo telefone (11) 3571-8138 ou acesse www.caocidadao.com.br.

Seu email não será publicado. Campos obrigatórios*

Anuncie | Quem somos | Megafone Comunicação | FAQ
© Copyright 2011 Universo Pet | Todos os direitos reservados | Desenvolvido por Megafone