Campanha eu recolho
Lidando com a gravidez psicológica
A adestradora da Cão Cidadão, Juliana Yuri, explica por que ocorre a gravidez psicológica em cadelas e dá dicas de como lidar com o problema.

gravidez psicologica caes Lidando com a gravidez psicológicaA gravidez psicológica ou pseudociese, como também é conhecida, é um problema que afeta de 50 a 70% das cadelas adultas não-castradas, deixando seus donos preocupados e também intrigados. Como esse distúrbio acontece? Por que ele ocorre? Qual o tratamento?

Normalmente, a gravidez psicológica surge de 2 a 4 meses após o cio, quando o hormônio progesterona está em níveis baixos e o hormônio prolactina em níveis mais altos no organismo da cadelinha. Essas alterações hormonais acabam “confundindo” o corpo do animal, que começa a se preparar para uma gestação que não acontecerá. Desta forma, a cadelas demonstra vários comportamentos típicos de cachorras prenhes, como aumento da agressividade e ansiedade, comportamento de cavar para preparar um “ninho” e adoção e proteção de objetos – bichos de pelúcia, sapatos, panos, almofadas – que são os “filhotes”. Além de alterações físicas, como lambedura do abdome, diminuição do apetite, distensão das mamas e produção de leite. Nem todos os sintomas aparecem juntos, o que faz com que os donos, muitas vezes, nem percebam que a cadelinha está passando por uma gravidez psicológica.

Agora, por que isso acontece? Voltemos aos ancestrais dos cães, que viviam em matilhas. A fêmea líder do grupo era a única que podia reproduzir, porém também era ela quem caçava. Desta forma, as outras fêmeas ficavam com a função de cuidar dos seus filhotes. Para isso, apresentavam comportamentos de mãe mesmo sem ter uma gravidez, para que pudessem alimentar e cuidar desses filhotes. Essa capacidade do corpo de simular uma gravidez passou através dos genes até nossos cães.

A melhor forma de lidar com a gravidez psicológica é deixando a fêmea à vontade, providenciando uma caminha em local calmo para que ela leve seus “filhotes” e descanse. Muitas cadelas podem demonstrar agressividade quando pessoas se aproximam dos filhotes imaginários. Por isso, nessa fase, é importante respeitar seu espaço e tentar associar a presença de pessoas com coisas boas, como um petisco gostoso. A gravidez psicológica, normalmente, acaba em duas semanas, naturalmente. Sendo assim, o uso de medicamentos para interrompê-la, geralmente, não é recomendado. Eles só são indicados pelo médico veterinário no caso de mamite, inflamação das mamas por causa da produção de leite. Uma medida para evitar esse problema, em muitos casos, é o uso do colar elisabetano para impedir a lambedura das mamas. As cadelas que apresentam a pseudociese também podem se beneficiar com o aumento na atividade física, por isso é uma boa ideia aumentar a frequência de passeios nessa fase.

 E o que fazer para evitar a gravidez psicológica? A única e mais eficaz solução é a castração, que além de prevenir esse distúrbio, vai evitar crias indesejadas, problemas comportamentais e problemas graves de saúde, como piometra e tumores de mama.

 

Criada por Alexandre Rossi e há mais de dez anos atuando na área, a Cão Cidadão oferece adestramento em domicílio, consultas comportamentais e cursos. Tudo isso com muito amor, respeito e bom senso. Para saber mais sobre a Cão Cidadão, entre em contato com a Central de Atendimento, pelo telefone (11) 3571-8138 ou acesse www.caocidadao.com.br.

  • mariane
    28/06/2012 | Permalink | Responder

    ainda bem que a minha nao vai sofrer disso. castrei ela essa semana!!! recomendo!!

  • ONALBA MARIA
    04/01/2013 | Permalink | Responder

    EU GOSTARIA SABER SE MINHA CADELA LABRADOR ESTA COM GRAVIDEZ PSICOLÓGICA, POIS AINDA NÃO DEU CRIA E TEM MUITO LEITE. SÓ QUE TENHO OUTRA CADELA DE PORTE PEQUENO QUE TEM 02 FILHOTES E A LABRADOR FICA O TEMPO TODO COM ELES. COMO POSSO SABER?

  • 29/09/2013 | Permalink | Responder

    minha cachorra entrou no cio a primeira vez a mais ou menos abril 2013. E hoje percebi q suas mamas estão muito inchadas. está mais brava principalmente com cçs e nao gosta q peguemos nos seus panos de dormir e lona de cobrir. Só q isso já tem um tempo, nao é de agora essa reação quando pegamos seus brinquedos,garrafas pet e seus panos. observei q realmente está cavando a terra e fica cavando tbem o azulejo. Será q pode ser uma gravidez psicologica pois a mesma nao gosta de rua e sempre foi criada dentro de casa??
    obrigada e espero ansiosa pela resposta

  • Fábia
    22/01/2014 | Permalink | Responder

    Minha princesinha têm apresentado gravidez psicológica sempre e a lactação dura mais de duas semanas. Quando isto ocorre, sem que ela perceba, guardo todos os seus brinquedos dentro de sacolas plásticas e amarro, para que não os farejem. No entanto, percebi uns carocinhos em duas de suas mamas. Isto está me deixando aflita, angustiada. Pois devido a um problema de saúde eu não trabalho e tampouco consegui algum tipo de benefício. As minhas dores eu suporto e luto contra elas, mas vê minha filha, que tanto me ajudou e me ajuda, com qualquer problema tortura a minha alma.

Seu email não será publicado. Campos obrigatórios*

Anuncie | Quem somos | Megafone Comunicação | FAQ
© Copyright 2011 Universo Pet | Todos os direitos reservados | Desenvolvido por Megafone